Caros leitores, é muito comum neste período do ano a concessão de férias coletivas, faremos um breve resumo deste assunto na coluna deste mês. Da mesma forma que traremos algumas dicas de segurança, importante não só para este período do ano.

A primeira coisa que precisamos saber é que férias coletivas são aquelas dadas não para apenas um empregado, e sim a todos os empregados da empresa ou de um determinado setor de forma simultânea.

As férias coletivas podem ser usufruídas em até dois períodos anuais, porém estes períodos devem ter dez dias corridos no mínimo.

O empregador deve comunicar a delegacia regional do trabalho e aos sindicatos das categorias profissionais, com antecedência mínima de 15 dias, as datas de início e término de férias, esclarecendo quais os setores ou estabelecimentos da empresa que foram abrangidos pela referida medida. Também se deve fixar aviso do início e do fim das férias coletivas no local de trabalhar.

No caso de empregado com menos de 12 meses de trabalho na empresa, terão direito a férias proporcionais ao tempo de trabalho, dando início assim, a um novo período de aquisitivo, ou seja, um novo período de 12 meses de trabalho nos quais o empregado adquire o direito de desfrutar de férias.

Se o número de dias de férias coletivas for maior que o número de dias que este empregado tenha direito, em função do seu pouco período de trabalho, se considerará como licença remunerada por parte da empresa.

Preste atenção às dicas abaixo para evitar a ação de bandidos em algumas situações do seu dia-a-dia:

1. Evitar ao máximo o uso de caixas eletrônicos fora de hora, especialmente noites, bem como evitar locais ermos;

2. Não deixar bolsas, carteiras, aparelhos eletrônicos (notebooks, Ipad, Ipod, celulares, etc.) visíveis nos veículos, sobre mesas;

3. Prefira deixar seus veículos em estacionamentos pagos e mediante recibo;

4. Evite o máximo possível o excesso de cartões de crédito na carteira;

5. Se possível, prefira realizar pagamentos com cartão de crédito;

6. Sempre que possível, buscar caminhos alternativos de chegada e saída da residência e local de trabalho;

7. Dirigindo, evite parar seu veículo próximo de árvores ou outros pontos de maior escuridão;

8. Jamais guarde senhas de cartões de crédito junto com os respectivos cartões, na carteira;

9. Ao viajar, avise aos vizinhos confiáveis que estará fora, deixe telefones de contato, bem como cancele durante o período a entrega de jornais, revistas e outros, para que não se acumulem na sua garagem e dêem dica de que a casa está sozinha;

10. Cuidado com as redes sociais, evite dizer onde está e quanto tempo pretende permanecer fora de casa, bandidos também fazem partes de redes sociais.

Pois bem, com essa coluna encerramos mais um ano. Que aliás passou bem rápido.

Um ano de alegrias e tristezas, da chegada e da partida de pessoas que amamos e admiramos. Do inicio e do fim de vários projetos. Com a certeza que fizemos o melhor que podíamos, sempre.

Que 2013 se vá levando consigo as tristezas, deixando na memória o que aprendemos, para que façamos de 2014 um ano melhor e com mais alegrias.

Tenhamos o dom de levar esse sentimento de irmandade e fraternidade que impera com as festas de fim de ano, por todo o ano que se inicia.

Espero vocês, já amigos, para o ano que se inicia, aqui em nossa coluna.

Obrigado a todos por 2013, que venha 2014!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *